O prefeito Alexandre Kalil (PSD) e integrantes do Comitê de Combate à Covid-19 concederão, nesta quinta-feira (6), às 10h30, entrevista coletiva na Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) para falar sobre a situação da pandemia na cidade.

Nesta quarta-feira (5), o chefe do Executivo municipal e o grupo de infectologistas se reuniram para avaliar o cenário atual na capital mineira. Dentre os temas em discussão, o avanço ou retrocesso no funcionamento do comércio, que pode ser anunciado amanhã.

Em 22 de abril, a gestão anunciou nova flexibilização das atividades econômicas por conta da queda dos indicadores que monitoram a doença na metrópole. A promessa era continuar como processo se os índices permanecessem regredindo nas semanas seguintes, o que tem sido observado nos boletins epidemiológicos da PBH.

O levantamento dessa terça-feira (4) apontou mais uma redução na taxa de ocupação das UTIs destinadas ao tratamento da Covid, que saiu de 77%, na segunda (3), para 76,4%. Ao mesmo tempo, a utilização das enfermarias diminuiu um ponto percentual, caindo para 55,2% ontem.

Já o número médio de transmissão por infectado, único em nível verde em BH, alcançou 0,96. Isso significa que, em média, 100 doentes contaminam outras 96 pessoas. Para a prefeitura, qualquer valor menor ou igual a 1 é considerado aceitável.

Leia mais:

PBH faz reunião com comitê de combate à Covid para avaliar possibilidades de nova flexibilização