A cantora Marília Mendonça se pronunciou nesta terça-feira (7) sobre as cenas de violência registradas em Belo Horizonte durante o show surpresa do projeto "Todos Os Cantos". Ao fim da apresentação, que aconteceu na Praça da Estação, no Centro da capital mineira, houve empurra-empurra e arrastões. De acordo com a Polícia Militar, 46 ocorrências foram contabilizadas e 14 pessoas foram presas.

Por nota, a sertaneja lamentou a situação e reforçou que o show gratuito é uma maneira de retribuir o carinho que recebe dos fãs. "A cantora lamenta ainda o fato de que infelizmente, esse tipo de situação tem se tornado rotineira em eventos, pagos ou não, que acumulam um grande número de pessoas no Brasil".

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

depois de rock in rio, vem aí: sofrencia in bh 🤘🏼💔🍺👑 (prometo que vou postar só mais esse)

Uma publicação compartilhada por marilia mendonça (@mariliamendoncacantora) em

Nesta manhã, a PM culpou a organização do evento pela baderna e explicou que não foi comunicada antecipadamente de que a "rainha da sofrência" seria a atração do espetáculo. Ao pedir autorização para o show, os responsáveis informaram que seria a gravação de um documentário, sem, contudo, mencionar o nome de Marília. Além disso, o público foi estimado em 15 mil, mas mais de 50 mil pessoas compareceram ao local para acompanhar o show.

A equipe da cantora se defendeu e disse que a surpresa é para o público. "Todas as autoridades locais são previamente avisadas e as autorizações solicitadas aos órgãos de segurança local, que libera o alvará para a realização do evento", garantiu a equipe, em comunicado.

Segundo os organizadores, em cada cidade onde o show acontece é feita uma estimativa de público, "que dependendo do local, pode ser maior ou menor". No comunicado, a equipe da cantora disse que, além da PM e da Guarda Municipal, também contratou mais de 100 seguranças privados para fazer a segurança do evento.

Confira a íntegra na nota enviada pela equipe de Marília Mendonça

- O projeto "Todos Os Cantos" consiste em fazer surpresa aos fãs de uma determinada cidade. A cantora chega em um local previamente organizado pela produção e realiza um show gratuito.

- A surpresa é para o público. Todas as autoridades locais são previamente avisadas e as autorizações solicitadas aos órgãos de segurança local, que libera o alvará para a realização do evento.

- Em cada cidade é feita uma estimativa de público, que dependendo do local, pode ser maior ou menor. Em Belo Horizonte, além das equipes da Policia Militar e da Guarda Civil, a produção da cantora contratou um contingente de mais 100 seguranças privados, além de seguir todas as orientações das autoridades locais.

- Marília lamenta profundamente os fatos relatados e reforça que o projeto é uma maneira de retribuir ao seu público, através do show gratuito, o carinho que recebe dos fãs. A cantora lamenta ainda o fato de que infelizmente, esse tipo de situação tem se tornado rotineira em eventos, pagos ou não, que acumulam um grande número de pessoas no Brasil.

Todos os cantos

O “Todos os Cantos” é um projeto idealizado pela própria cantora, que pretende gravar uma música inédita em cada capital brasileira. Marília sempre aparece na cidade de surpresa, panfletando nas principais ruas e faz a própria divulgação nas redes sociais. Em BH, ela apresentou e gravou a música "Graveto".

Leia mais:
PM culpa organização de Marília Mendonça por arrastões e agressões: 'com segurança não se brinca'