Um militar foi encaminhado ao sistema prisional por suspeita de ter colocado fogo em um prédio residencial em Barbacena, no Campo das Vertentes, na madrugada de domingo (15). Por causa das chamas, uma criança de 4 anos morreu carbonizada e cinco pessoas ficaram gravemente feridas.

De acordo com a delegada Flávia Mara Camargo Murta, o homem é investigado pelo crimes de incêndio e homicídios consumado e tentado por dolo eventual. O caso seria de violência doméstica, já que a ex-companheira do suspeito mora no edifício.

A polícia vai ouvir moradores e testemunhas, além de anexar ao processo laudos periciais. O prazo de conclusão da investigação é de dez dias.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o fogo teria começado em um carro estacionado na garagem do edifício. Um morador do prédio dos fundos do imóvel relatou ter ouvido, por volta das 5h, o disparo do alarme de um veículo. O ruído, que teria partido do prédio atingido pelo fogo, teria sido interrompido por um forte barulho de explosão.