Minas Gerais, desde o início da pandemia do novo coronavírus em março, registra mais de 448 mil casos de infectados pelo vírus. Além do avanço da doença, outro fator tem chamado a atenção das autoridades de saúde mineiras. Segundo informou a Secretaria de Estado de Saúde (SES), até esta quarta-feira (9), 33 casos de reinfecção por Covid-19 foram notificados no Estado.

Deste total, 15 estão em investigação, dois foram descartados como reinfecção. Outros 14 foram considerados inconclusivos, ou seja, faltaram dados que permitissem a análise, principalmente a disponibilidade de duas amostras de exame RT-PCR.

Pelo protocolo, a SES considera casos suspeitos de reinfecção, embora raros, aqueles em que o paciente apresente novo quadro clínico em período acima de 90 dias do primeiro episódio confirmado laboratorialmente.

As investigações de reinfecção são realizadas pelo Centro de Informações Estratégicas e Resposta em Vigilância em Saúde (CIEVS) em parceria com a Fundação Ezequiel Dias (Funed) e regionais de saúde.

Aumento de casos

Há duas semanas, o número de infectados pela Covid-19 tem aumentado consideravelmente em território mineiro. Na sexta-feira (5), Minas alcançou um total de notificações em um levantamento diário que não era vistosdesde julho. E esses registros seguem em alta. 

Desde o início da pandemia, 448.880 mineiros testaram positivo para o coronavírus. Destes casos, 10.429 pessoas morrem por conta das complicações da doença. Outros 407.178 pacientes se recuperaram da enfermidade, mas 31.273 seguem hospitalizados ou acompanhados pelo Estado.

Segundo o boletim epidemiológico da SES divulgado nesta quarta-feira (9), nas últimas 24 horas, Minas Gerais registrou 4.080 novos casos de Covid-19. No mesmo período, 84 pessoas perderam a vida pelo vírus.

Leia também:
Defesa Civil alerta para quarta-feira de céu nublado e pancadas de chuva
Estelionatários usam nome Cemig para extorquir dinheiro dos clientes