Subiu para quatro o número de mortes causadas pela dengue em Minas neste ano. Além disso, o Estado registra 44.042 casos prováveis para a doença. O novo óbito foi confirmado em Alfenas, no Sul de Minas. As demais mortes aconteceram em Medina, no Vale do Jequitinhonha; em Itinga, no Vale do Mucuri; e Carneirinho, no Triângulo Mineiro, segundo a lista atualizada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), nesta terça-feira (7).

De acordo com a SES, outras 20 mortes estão em investigação para a dengue no Estado. Em relação à febre chikungunya, a pasta informou que foram registrados neste ano, até o momento, 763 casos prováveis da doença. Além disso, uma morte que pode ter ocorrido por chikungunya está em análise em Campo Belo, no Centro-Oeste do Estado.

A SES também divulgou que já estão em 242 os registros de casos prováveis de zika em Minas. Destes, 27 são em gestantes. Segundo a SES, os casos prováveis são aqueles que unem casos suspeitos e casos confirmados. O último relatório para as doenças havia sido divulgado no último dia 31.

Clique aqui e veja os casos detalhados de dengue, chikungunya e zika vírus em Minas.

Leia mais:
Usuários reclamam de instabilidade em aplicativo da Caixa para auxílio emergencial
Usuários do Zoom recomendam prudência no que é abordado na plataforma
75% das pessoas com Covid-19 em Minas são adultos com menos de 60 anos de idade