Apesar de ter dois casos suspeitos de vítimas do coronavírus em Belo Horizonte, há, em Minas, outros oito pacientes internados e isolados devido a sintomas da doença respiratória que já matou mais de 2,7 mil pessoas em todo o mundo. Até então, o Brasil tem uma confirmação da infecção, segundo o Ministério da Saúde. Trata-se de um homem de 61 anos, morador de São Paulo, que esteve na Itália entre 9 e 21 de fevereiro. 

Em Minas, os dois registros listados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) são de duas mulheres, de Belo Horizonte, de 25 e 57 anos, que fizeram viagens para os mesmos destinos neste mês, sem terem ligação, e retornaram ao Brasil apresentando sintomas do coronavírus. 

Ainda conforme a SES, o último boletim sobre o coronavírus foi divulgado nessa quarta-feira (26), mas novo balanço deve sair nesta quinta (27). Os dois casos mineiros estão na lista do Ministério da Saúde, de um total de 20, no país. 

Ainda em Belo Horizonte, há uma terceira suspeita identificada no Hospital Risoleta Neves. De lá, a paciente foi transferida para o Hospital do Barreiro, onde também permanece em isolamento. 

Em Minas

Além das três notificações investigadas em BH, há outras três, de pessoas da mesma família, no Hospital das Clínicas Samuel Libânio, em Pouso Alegre, no Sul de Minas. Elas apresentaram os sintomas de coronavírus após retornarem, nessa terça-feira (25), de uma viagem à Lombardia, na Itália, a mais atingida pelo vírus no país europeu. É a mesma região onde esteve o paciente de 61 anos que se tornou o primeiro caso confirmado no Brasil.    

Há também um paciente no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), no Triângulo Mineiro, com sintomas da doença. Ele está em uma área de isolamento na unidade, onde aguarda o resultado de exames.

Em Juiz de Fora, na Zona da Mata, um homem que retornou de viagem à Itália na última terça-feira (26) e apresentou sintomas, também está internado no Hospital Regional João Penido. 

Já em Montes Claros, no Norte de Minas, a prefeitura também confirmou a suspeita da infecção. Um paciente está internado no Hospital Universitário Clemente de Faria e segue sendo atendido de acordo com os protocolos internacionais estabelecidos para o coronavírus.

Na noite dessa quarta-feira (26), o prefeito de Lavras, no Sul de Minas, José Cherem, informou, pelo Facebook, que há, na cidade, uma mulher que retornou de uma viagem à Ásia na última terça-feira (25) também com sinais da doença. Ele disse que a mulher não teve contato com ninguém desde que chegou, já procurou diretamente uma unidade de saúde, e que, como mora sozinha, permanecerá isolada por 14 dias na própria casa, até que os resultado dos exames fiquem prontos. Veja os esclarecimentos do prefeito:

 

Leia mais:

Coronavírus: China espera ter epidemia sob controle no fim de abril
Arquidiocese de BH muda ritos da missa e pede católico para evitar contato por ameaça do coronavírus
América Latina em alerta após confirmação de coronavírus no Brasil
Coronavírus: Itália e países vizinhos manterão fronteiras abertas
Coronavírus: ministro da Saúde descarta restrição a voos e cruzeiros
Em dúvida sobre os sintomas do novo coronavírus? Confira 10 perguntas e respostas sobre a doença
Paciente com possível suspeita de coronavírus está internada em BH; Brasil confirma 1º caso