Motoristas de ônibus fecham pistas do Move na avenida Antônio Carlos, na Pampulha, e anunciam greve

Da Redação
portal@hojeemdia.com.br
19/11/2021 às 18:10.
Atualizado em 05/12/2021 às 06:17
 (Divulgação/Cruzeiro)

(Divulgação/Cruzeiro)

Motoristas de ônibus fizeram um protesto e fecharam duas faixas exclusivas do Move na avenida Antônio Carlos na altura da trincheira Santa Rosa, região da Pampulha nesta sexta-feira (19). De acordo com a BHTrans, o movimento começou por volta das 16h30, foi parcialmente interrompido às 17h20 e retomado logo depois. Os manifestantes fecharam duas faixas exclusivas para coletivos no sentido Centro.

O trânsito ficou lento na altura da estação Mineirão do Move e há relatos de estações e pontos cheios ao longo da via. Em última atualização, às 18h30, a BHTrans informou que as pistas do Move da avenida Antônio Carlos estão liberadas nos dois sentidos e o trânsito foi normalizado.

Passageiros registraram o engarrafamento na altura da estação Mineirão, no sentido bairro. Veja o vídeo:
 


A paralisação acontece em meio a um impasse entre trabalhadores, empresas de transporte de passaeiros e a Prefeitura de Belo Horizonte. Ainda nesta sexta (19), o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Belo Horizonte e Região (STTRBH) anunciaram greve a partir da 0h da próxima segunda-feira (22).

Em nota, o STTRBH informa que a decisão foi tomada após a decisão dos patrões por não reajustar os salários da classe pelo terceiro ano consecutivo. “Não é problema nosso se as empresas estão com dificuldades financeiras, se o município não concede subsídio, se a tarifa vai aumentar ou não. A nossa função é conduzir os ônibus e receber algo digno para isso”, disse o presidente do sindicato, Paulo Cesar da Silva.

A reportagem tentou contato com o sindicato, mas não houve resposta.

Também na tarde desta sexta-feira (19), o prefeito Alexandre Kalil (PSD) disse que o reajuste do valor da passagem não está na patura da prefeitura. "No momento em que a população está com a corda no pescoço, nós não podemos discutir reajuste antes de discutir contrato. Nós temos é que acabar com a greve", afirmou.

A declaração foi feita após uma reunião de mais de três horas entre o prefeito, diretores da BHTrans e do  Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (SetraBH). A tarifa atual dos ônibus na capital é R$ 4,50.

  

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por