MPMG e polícias Civil e Militar vão a apartamento de promotor cuja esposa foi encontrada morta em BH

Da Redação
portal@hojeemdia.com.br
04/04/2021 às 16:49.
Atualizado em 05/12/2021 às 04:36
 (Reprodução do Google Maps)

(Reprodução do Google Maps)

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e as polícias Civil e Militar estiveram na casa do promotor de Justiça, cuja esposa foi encontrada morta na última sexta-feira (2). As diligências foram cumpridas neste domingo (4), no endereço localizado no bairro Buritis, região Oeste de Belo Horizonte, onde o casal vivia com os filhos.

Conforme nota conjunta assinada pelo MPMG e Polícia Civil, a operação se deu por meio do Gabinete de Segurança e Inteligência e do Centro de Apoio das Promotorias Criminais. De acordo com o comunicado, foram cumpridas decisões proferidas pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

Em função da decretação de segredo de Justiça do caso, os órgãos não informaram detalhes sobre as investigações nem se manifestaram sobre a informação de que o promotor teria sido preso.

O caso

A mulher, de 41 anos, foi encontrada morta dentro do apartamento do casal. Conforme o boletim de ocorrência, o promotor informou aos militares que, pela manhã, percebeu que a mulher não estava bem e acionou a ambulância de um hospital particular da capital. A equipe médica tentou reanimar a vítima, sem sucesso.

Confira íntegra da nota do MPMG e Polícia Civil:

O Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG), por meio do Gabinete de Segurança e Inteligência (GSI) e do Centro de Apoio das Promotorias Criminais (Caocrim), e em conjunto com as Polícias Civil e Militar, realizaram diligências na manhã deste domingo, 4 de abril, dando seguimento às apurações relacionadas aos fatos ocorridos na sexta-feira, 2 de abril, envolvendo a morte da senhora L.M.S.P, esposa do promotor de Justiça A.L.G.P..Foram cumpridas decisões proferidas pelo Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG). Em função da decretação de segredo de Justiça, no momento não serão fornecidos mais detalhes.O MPMG lamenta a morte da senhora L.M.S.P. e se solidariza com os seus familiares e amigos.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por