Uma mulher de 32 anos teve uma parada cardíaca e traumatismo craniano após ser espancada pelo ex-companheiro, de 38 anos, no meio da rua na noite dessa segunda-feira (16) no bairro Tupi, região Norte de Belo Horizonte. Ela está internada em estado grave no Hospital de Pronto-Socorro Risoleta Neves. 

Segundo a Polícia Militar, o homem estaria com ciúmes da mulher, por não aceitar o fim do relacionamento e desconfiar que ela estaria se relacionando com outra pessoa. Ela foi agredida por ele com diversos chutes e socos no tórax e rosto. Após isso, ele fugiu em um carro da marca Renault Logan de cor verde e, até a manhã desta terça-feira (17), ainda não havia sido localizado. 

A vítima recebeu os primeiros atendimentos da equipe do SAMU ainda no local e os plantonistas constataram que ela teve um traumatismo craniano devido às várias pancadas na cabeça e estava em parada cardíaca. Por isso, foi preciso aplicar as manobras de reanimação. 

Em seguida, ela foi encaminhada para o hospital, onde permanece internada em estado gravíssimo, com rompimento de vasos sanguíneos, várias lesões no rosto e fratura no crânio. 

Leia mais:
Governo de Minas lança aplicativo para mulheres monitorarem homens com medidas protetivas
Não aceitar fim de relação é causa de 33% das agressões a mulheres
Homem mata mulher a pauladas em Betim e diz que cometeu o crime por correção 'já que ela foi ao bar'