Uma mulher de 41 anos morreu após complicações relacionadas ao afogamento que sofreu em uma enxurrada, na noite dessa sexta-feira (6), em Muriaé, na Zona da Mata. A mulher foi levada com vida a um hospital e morreu na manhã deste sábado (7). A cidade sofre com enchentes causadas pelas chuvas dessa sexta e neste sábado a prefeitura local decretou estado de emergência.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a mulher seguia na garupa de uma motocicleta, pilotada pelo filho, de 20 anos, durante forte chuva no bairro Santa Teresinha, na cidade citada. A dupla subia a rua Tombos, considerada muito íngreme, por volta das 21h, quando a mulher decidiu descer do veículo e continuar a subida à pé. 

Nesse momento, porém, ela escorregou, caiu e foi carregada pela força d'água até a parte inferior de um carro, onde ficou presa e se afogou. Pessoas que viram a cena rapidamente tentaram salvá-la, retirando-a inconsciente de debaixo do automóvel. 

Os bombeiros foram chamados ao local e iniciaram diversos procedimentos de salvamento, incluindo o uso de desfibrilador e reanimação cardiopulmonar (RCP).

A mulher, que tinha outra filha, de 10 anos, foi levada com vida ao Hospital São Paulo, localizado no Centro da cidade, e foi internada. Na manhã deste sábado, porém, a mulher não resistiu e morreu.

Leia mais:
Prefeitura de Muriaé decreta estado de emergência devido às chuvas