Após arrancar a orelha da ex de seu atual companheiro com uma mordida, em 2012, uma moradora de Leopoldina, na Zona da Mata, deverá indenizar sua vítima em R$ 25 mil, após decisão da 17ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). O valor é referente a danos materiais (R$ 5 mil), danos estéticos (R$ 10 mil) e danos morais (R$ 10 mil). 

A decisão foi proferida pelos desembargadores após a agressora entrar com um recurso contra a decisão em 1ª instância, que também deu a causa para a mulher que foi mordida. Na versão da ré, a agressão teria ocorrido por "culpa da vítima", que teria a provocado com xingamentos por várias vezes antes do ataque. 

De acordo com o TJMG, segundo o processo, a briga entre as duas começou após a agressora começar a se relacionar com o ex-marido da vítima. Por não se conformar com o novo relacionamento do ex, segundo a mulher, a vítima começou a provocá-la com "palavras de baixo calão e até mesmo agredindo-a com um galho de árvore”.  

Em contrapartida, a mulher que teve parte da orelha arrancada disse que estava em um posto de combustíveis esperando o seu carro ser lavado quando a suspeita chegou, já muito exaltada, e partindo para agressão. Durante a luta, a mulher teria mordido a orelha esquerda dela, que teve que pegar um pedaço do órgão que estava caído no chão. 

Ainda segundo a Justiça, testemunhas relataram à polícia na época que a vítima "praticamente só apanhou enquanto a outra mulher batia nela". Diante da situação, os magistrados julgaram os danos morais, materiais e estéticos, uma vez que a mulher foi contrangida publicamente, sofreu humilhação, foi agredida fisicamente e teve sua imagem deformada. 

Votos

De acordo com a relatora, desembargadora Aparecida Grossi ‘’a vítima se viu constrangida na frente de inúmeras pessoas desconhecidas ao ser agredida física e verbalmente pela ré, além de ter experimentado a angústia de ser traída pelo ex-marido’’.

O voto da relatora foi acompanhado pelos desembargadores Roberto Soares de Vasconcellos Paes e Amauri Pinto Ferreira.

Leia mais:
Aos 50 anos, Mike Tyson troca os ringues pelos palcos
Travesti arranca parte da orelha de carcereiro em delegacia de SP
Relembre algumas “mordidas” famosas da história
Palmeirense arranca orelha de gozador no interior do PR