O prefeito Alexandre Kalil (PSD) afirmou nesta quarta-feira (27) que não vai haver "corre-corre" para a vacinação contra o coronavírus em Belo Horizonte e que a imunização vai seguir a ordem dos grupos prioritários, conforme o Plano Nacional de Vacinação (PNV).

"Eu acho que a vacina, do jeito que ela está colocada hoje, só pode ser dada em profissional de saúde e, daqui a pouco, só idosos e não vai a ter corre-corre pra vacina. Até porque não é o meu filho que é advogado e tem 31 anos de idade ele não precisa de vacina". 

A declaração foi dada após Kalil participar da eleição da nova diretoria da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte (Granbel), no bairro Santo Agostinho, na região Centro-Sul da capital.

Em BH, segundo boletim epidemiológico, 48.349 belo-horizontinos já foram imunizados contra a Covid-19.

Ainda de acordo com o levantamento, 71.276 doses já foram distribuídas aos 59 postos de vacinação, sendo 49 hospitais das redes pública e privada, nove Unidades de Pronto-Atendimento e uma do Samu.

No total, BH recebeu 135.270 doses da CoronaVac. "Não está demorando. A notícia que eu tive da Secretaria Municipal de Saúde é que todos os funcionários de saúde serão vacinados essa semana. Acaba todos os profissionais de saúde em Belo Horizonte essa semana", afirmou o prefeito.