O número de mortos referentes ao rompimento da barragem I da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, chegou a 197, de acordo com a Defesa Civil de Minas Gerais. A atualização foi anunciada no início da noite desta sexta-feira (8). De acordo com o órgão, 111 pessoas continuam desaparecidas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, nesta sexta o trabalho de buscas por vítimas foi realizado por 140 militares, sete cães farejadores e 73 máquinas pesadas. 

A atuação das máquinas está concentrada no local onde ficava a usina de Instalação de Tratamento de Minério (ITM), nos setores próximos ao refeitório e ao clube e nos remansos que se formaram com a passagem da onda de rejeitos. Esses locais são drenados e abertos canais para facilitar a localização de corpos e segmentos.

Leia mais:
Defensoria Pública desmente boato sobre cadastro de atingidos em Brumadinho
Vale afasta mais dez funcionários após nova recomendação da força-tarefa de Brumadinho
Bombeiros fazem drenagem e abertura de canais em busca de corpos em Brumadinho; veja vídeo