Quase 50 pessoas são alvos de uma operação da Polícia Civil em combate à criminalidade no Triângulo Mineiro, na manhã desta terça-feira (17). Até o momento, a força-tarefa já apreendeu veículos e duas lanchas, além do bloqueio de R$ 13 milhões.

O grupo é investigado há um ano, suspeito de crimes de tráfico de drogas, corrupção, homicídio e estelionato. Até o momento, 46 pessoas foram identificadas e são alvos de mandados de busca e apreensão. Também foram expedidos 28 mandados de prisão preventiva.

Além disso, segundo a corporação, foi determinada a indisponibilidade de 14 imóveis e a apreensão de 27 veículos e duas lanchas.

Investigação

A operação começou em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, e se estende por Tupaciguara e Araguari, na mesma região, além de Jaíba, no Norte do Estado, Córrego Dantas, no Centro-Oeste, Paracatu, na região Noroeste, e na cidade de São Paulo.

O grupo é suspeito também de praticar lavagem de dinheiro para esconder os lucros de outras atividades.

A operação contou com 200 policiais civis e militares e participação de três promotores do MPMG, além de apoio da Polícia Civil de São Paulo e da unidade regional do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Paracatu. 

Leia Mais:
Chuva e vento forte surpreendem BH após 68 dias de seca
Acidentes com carretas travam o Anel Rodoviário na manhã desta terça-feira