Devido às orientações dos órgãos de saúde sobre o enfrentamento à pandemia de Covid-19, não foi realizado velório do cantor Eduardo Borges, conhecido como Parrerito, vocalista do Trio Parada Dura. O artista morreu na noite de domingo (13), em um hospital particular de Belo Horizonte, após 16 dias de internação por causa de complicações provocadas pelo novo coronavírus. 

De acordo com a assessoria de imprensa do trio, na tarde desta segunda-feira (14), familiares e amigos de Parrerito vão prestar a última homenagem ao cantor em um pequeno cortejo em Contagem, cidade onde o artista morava. A despedida se dará de forma íntima durante o trajeto ao cemitério Parque Renascer, onde o corpo será sepultado, às 16h.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

SEPULTAMENTO Comunicamos que, por conta das orientações dos órgãos de saúde, não haverá velório e o sepultamento do corpo do cantor Parrerito, do Trio Parada Dura, seguirá restrições de acordo com recomendações determinadas pelo protocolo de Covid-19. Nesta segunda-feira (14) familiares e amigos de Parrerito vão prestar a última homenagem ao cantor em um pequeno cortejo em Contagem, Minas Gerais. A despedida se dará de forma íntima durante o trajeto ao cemitério Parque Renascer, onde o corpo será sepultado, as 16h. O cantor Eduardo Borges, conhecido como Parrerito, faleceu neste domingo, 13 de setembro, em Belo Horizonte (MG), após complicações causadas pela Covid-19. Voz principal do Trio Parada Dura, Parrerito foi internado no dia 29 de agosto no Hospital Unimed, em Belo Horizonte (MG), com sintomas do novo coronavírus e precisou ser mantido na UTI. Familiares e a equipe Trio Parada Dura agradecem todas as mensagens de condolências que estão sendo recebidas e as homenagens de fãs, amigos e toda a imprensa. #RIPPARRERITO Att. Equipe Trio Parada Dura Arte feita com muito carinho pela @erik.emb

Uma publicação compartilhada por Trio Parada Dura (@trioparadadura) em