A Prefeitura de Belo Horizonte divulgou, nesta quinta-feira (12), a aquisição de 22.500 tablets para serem distribuídos aos alunos de escolas municipais. A informação foi publicada no Diário Oficial do Município (DOM). 

Segundo o documento, o valor do contrato, firmado na última terça (10) com uma empresa de tecnologia, ultrapassa R$22 milhões, já que cada unidade custará R$982 aos cofres públicos. A entrega dos tablets está prevista para o mês que vem. 

Em nota, a Secretaria Municipal de Educação (Smed) informou que, em 2020, a Câmara de Coordenação do Orçamento da PBH liberou mais de R$ 70 milhões em investimentos na área de TI para serem usados nas escolas da rede municipal. Desde então, a pasta vem tentando fechar as aquisições, participando de mais de dez processos de compras. 

Até hoje, apenas 5 mil tablets, de um total de 45 mil, foram entregues no primeiro semestre de 2021. Os demais estão divididos em três contratos, sendo um deles publicado nesta quinta. “Neste início de mês foi então que a secretaria conseguiu fechar a distribuição de mais de 47 mil chips para alunos da rede municipal. Assim que os tablets forem chegando às famílias, esses chips serão repassados do celular para os aparelhos. Todo esse processo será concluído com a entrega dos 22.500 tablets, prevista para o mês que vem”, diz o comunicado.

Ainda de acordo com a pasta, os tablets têm sido priorizados aos alunos de 4ª a 9ª ano, com maior dificuldade de acesso tecnológico ao ensino remoto. As famílias nesta situação foram mapeadas e chamadas para assinatura de um termo de responsabilidade pelo empréstimo. A distribuição tem sido feita desde janeiro e segue de acordo com a chegada dos equipamentos. 

Conteúdos

A PBH também informou que os tablets estão acompanhados de atividades matemáticas por níveis de aprendizagem e são usados para acesso a vídeos e interação com o professor no momento das aulas. “Os equipamentos não perderão a utilidade pós pandemia, porque já estão em fase de planejamento para 2021 as atividades em sala mediadas por tecnologias”, concluiu.

Leia mais:
Com metade dos expositores, Feira do Mineirinho volta a funcionar a partir desta quinta em BH
BH aplica 1ª dose da vacina contra Covid em pessoas de 31 anos nesta quinta; veja locais e horários
Quatro a cada dez consumidores de BH estão 'mais ou menos' ou 'bastante' endividados