Clubes abertos depois de seis meses? Retorno da Feira Hippie? Bares e restaurantes funcionando por mais dias? Todas essas possibilidades de flexibilização no isolamento na capital, que ganharam força nesta semana, serão esclarecidas nesta sexta-feira (18), pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). 

Às 14h, o secretário de saúde Jackson Machado e médicos que fazem parte do Comitê de Combate à Covid-19 irão informar se haverá mudanças no comércio e outros setores da metrópole nos próximos dias. Atualmente, BH tem 1.144 mortes e 37 mil casos do novo coronavírus.

Em nota, a Federação dos Clubes do Estado de Minas Gerais (Fecemg) informou que o Executivo definiu que os espaços de lazer poderão reabrir a partir de 28 de setembro. Desde março, o setor está impedido de receber os associados devido à pandemia.

A situação da Feira Hippie, que funcionava todo domingo na avenida Afonso Pena, no Centro, também deve ser abordada na reunião.  Trabalhadores têm pressionado a PBH para liberar as atividades na via.

O Executivo evita adiantar detalhes. Também por nota declarou que "as informações sobre a Feira Hippie e demais assuntos sobre flexibilização serão dadas na coletiva".

Ampliação

A expectativa do setor de bares e restaurante também é grande para que a PBH libere mais dias de funcionamento noturno. Atualmente, os estabelecimentos só podem abrir à noite, até às 22h, de sexta-feira a domingo. E apenas nesses três dias é permitido a venda de bebidas alcoólicas.

Com a queda nos indicadores da Covid-19 - taxa de transmissão e ocupação dos leitos de enfermaria e UTI -, representantes dos bares esperam por uma ampliação da flexibilização.

Leia mais:
Minas confirma 71 mortes e 3,1 mil casos do novo coronavírus em 24h
Mais três parques reabrem em BH neste fim de semana; saiba como agendar a visita
Reabertura de escolas divide opiniões; médico alerta para risco do retorno das aulas