A Prefeitura de Belo Horizonte informou nesta segunda-feira (25) que vai realizar auditorias nos hospitais da capital para verificar o cumprimento das normas estabelecidas no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19. Além disso, um canal de denúncias foi aberto na Ouvidoria do município para receber denúncias de irregularidades.

Até o momento, 36.207 belo-horizontinos receberam a primeira dose da CoronaVac – vacina produzida pelo Instituto Butantan, de São Paulo, em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac Biotech - segundo o boletim epidemiológico. 

O público-alvo, nessa primeira etapa de imunização, é formado principalmente por profissionais ativos da saúde, que estão na linha de frente no combate à pandemia. Em BH, estes trabalhadores estão em 49 hospitais públicos, filantrópicos, privados, das nove Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). "A orientação é que os trabalhadores das instituições afastados por pertencer ao grupo de risco não devem receber a vacina".

A PBH já distribuiu 61.368 mil doses referentes à primeira etapa de vacinação. Além dessas, outras 6.882 foram entregues diretamente pela Rede de Frio da Secretaria Estadual de Saúde para os hospitais Militar, Eduardo de Menezes e Júlia Kubitschek, contemplando as duas fases da vacinação. 

A responsabilidade da aplicação do imunizante é de cada instituição. A previsão é que em até 21 dias os profissionais recebem a segunda dose .

A PBH também está disponibilizando o canal da Ouvidoria para receber denúncias de aplicação de vacinas em pessoas que não pertencem a este primeiro grupo prioritário.

Hospitais que receberam doses da Coronavac:

Associação Mário Penna

Biocor Instituto

Casa de Saúde Santa Maria

Centro Oftalmológico de Minas Gerais

Clínica Urológica

Complexo Hospitalar São Francisco

Hospital Alberto Cavalcanti

Hospital André Luiz

Hospital Belo Horizonte

Hospital Belvedere

Hospital da Baleia

Hospital da Mulher e Maternidade Santa Fé

Hospital da Polícia Militar

Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais

Hospital Eduardo de Menezes

Hospital Evangélico de Belo Horizonte

Hospital Felício Rocho

Hospital Galba Veloso

Hospital Governador Israel Pinheiro (Ipsemg)

Hospital Infantil João Paulo II

Hospital Infantil Padre Anchieta

Hospital Infantil São Camilo Unimed

Hospital João XXIII

Hospital Júlia Kubitschek

Hospital Keralty

Hospital Lifecenter

Hospital Madre Teresa

Hospital Mater Dei – unidades Contorno e Santo Agostinho

Hospital Metropolitano Doutor Célio de Castro

Hospital Metropolitano Odilon Bherens

Hospital Paulo de Tarso Geriatria e Reabilitação

Hospital Renê Guimarães

Hospital Risoleta Tolentino Neves

Hospital São Lucas

Hospital Sara Kubistchek

Hospital Semper

Hospital Sofia Feldman

Hospital Unimed – Unidade Contorno

Hospital Universitário Ciências Médicas

Hospital Vera Cruz

Instituto de Otorrino de Minas Gerais

Instituto Orizonti Oncomed

Instituto Raul Soares

Maternidade e Hospital Octaviano Neves

Maternidade Odete Valadares

Maternidade Unimed – Unidade Grajaú

Neocenter Maternidade

Santa Casa de Belo Horizonte

Socor

Leia mais:
Fhemig vai abrir sindicância contra servidora afastada desde 2017 que se vacinou contra Covid