PM acredita que quadrilha recebeu ajuda de alguém de dentro do banco em Varginha

Marcelo Jabulas
Hoje em Dia - Belo Horizonte
31/10/2021 às 14:05.
Atualizado em 05/12/2021 às 06:10
 (Divulgação/ Polícia Militar)

(Divulgação/ Polícia Militar)

A Polícia Militar acredita que uma pessoa de dentro do banco que era alvo dos criminosos em Varginha, Sul de Minas, poderia estar agindo para ajudar a quadrilha na realização da ação.

A informação foi dada durante entrevista coletiva neste domingo (31), com a presença da PM e da Polícia Rodoviária Federal (PRF), para explicar a operação conjunta que terminou com 25 integrantes da quadrilha, chamada de 'novo cangaço' mortos, na madrugada deste domingo (31), em Varginha. 

Na operação, foi apreendido um grande volume bélico, com pelo menos 10 fuzis, uma arma capaz de disparar projéteis de metralhadora Ponto 50, escopetas, granadas e muita munição. 

Confira a coletiva:

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por