A Polícia Civil de Minas Gerais abriu inquérito para apurar as causas da explosão ocorrida nessa sexta-feira (27) em uma siderúrgica, localizada na BR-494, em Divinópolis, no Centro-Oeste do Estado. Serão ouvidos representantes da empresa, engenheiros de segurança e técnicos, além de diversas testemunhas que estavam no momento da explosão. 

O acidente ocasionou a morte de Cicero Vilanova da Silva Oliveira, 33 anos. A vítima, que teve grande parte do corpo queimado, faleceu neste sábado pela manhã (28) no Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte. O corpo do homem foi encaminhado para o Instituto Médico Legal da capital.

explosão


Outras duas pessoas ficaram feridas. Uma delas segue internada em estado grave na Unidade de Tratamento de Queimados no mesmo hospital. A terceira vítima da explosão sofreu queimaduras na região dos olhos, foi atendida no Complexo de Saúde São João de Deus, em Divinópolis, mas já foi liberada.

A explosão

Conforme informações passadas pelos funcionários aos bombeiros, o silo de armazenagem (poeira de carvão) teve superaquecimento, gerando uma pequena explosão que rapidamente se propagou para outras áreas da empresa.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o procedimento correto previa que se abrisse primeiro um mecanismo que funciona como uma válvula de alívio, o que não foi feito pelos funcionários. A corporação atuou por quatro horas para combater o incêndio.