O cabo da Polícia Militar acusado de matar um jovem de 23 anos, em fevereiro de 2018, durante uma festa de carnaval em Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi condenado nesta terça-feira (16) por homicídio culposo.

De acordo com a sentença, o réu não agiu com intenção de matar. A sentença destacou as circunstâncias desfavoráveis do militar, como elevada agressividade, descompasso com a função, motivo fútil e vítima abordada de surpresa. 

O policial foi condenado a um ano e seis meses de detenção em regime aberto e poderá recorrer em liberdade. O Ministério Público informou que vai recorrer da decisão. 

Relembre o crime

O cabo da Polícia Militar foi preso em março de 2018, suspeito de matar um jovem de 23 anos durante uma festa de carnaval, no mês anterior, no bairro Nações Unidas, em Sabará, na Grande BH. Segundo as investigações, a vítima foi morta com dois golpes de cassetete no pescoço e um chute na cabeça. 

De acordo com informações da PM, o jovem iniciou uma briga generalizada. Na época, a ação do policial foi filmada por uma câmera de segurança.

Após a agressão, a vítima foi levada pelos policiais à Unidade de Pronto-Atendimento de Sabará e, depois, transferida para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, onde foi constatada a morte cerebral.

Leia também
‘Não tenho medo de impeachment’, diz Kalil sobre indiciamentos em CPIs da Câmara Municipal
Homem que atirou e atropelou vítima no bairro Califórnia, em BH, é condenado a 19 anos de prisão