A Defesa Civil emitiu um novo alerta na tarde desta sexta-feira (21) sobre o risco de transbordamentos em vários córregos de Venda Nova, mesma região onde três pessoas morreram no dia 15 de novembro por causa das fortes chuvas. Agentes da Defesa Civil e BHTrans estão monitorando a avenida Vilarinho para fechar a via caso seja necessário. No entanto, por volta de 14h30 o risco de transbordamento na avenida Vilarinho doi descartado pelo órgão.

A Defesa Civil informou que apresentam risco de transbordamento os córregos Brejo do Quaresma, Bezerra e Lagoinha, e também os das avenidas Abolição, C e Joaquim Pereira (ou da Liege). 

O órgão recomenda que as pessoas evitem a região e que carros não trafeguem pelas praças Maria Vilas Boas e Geraldo de Araújo e Silva, e ruas Bastitina de Andrade, Luzia Salomão - no cruzamento com rua Afonso M. Filho e avenida Maria Vieira Barbosa, no bairro Mantiqueira. 

Também não é recomendado o tráfego ou a passagem nos trechos das ruas Setenta e Quatro, Setenta e Sete, Setenta e Nove, Oitenta, Dois, Três, Crisólito, rua Dezesseis - desde o cruzamento da rua Vinte e Dois até a rua Vinte e Quatro, e avenida da República - nos cruzamentos com rua Trajano Amâncio Ferreira, D e avenida C, no bairro Jardim Comerciários.  

Veja os alertas emitidos pelo órgão:

 

 

Veja o vídeo feito por um internauta em Venda Nova:

Leia mais: 

Mais chuva antes da solução para a Vilarinho
Projeto da Vilarinho prevê dois túneis e deve custar R$ 300 mi; obras começam no 2º semestre de 2019
Defesa Civil alerta para chuva com granizo, que já atinge as regiões Noroeste e Pampulha