Prefeito de Capitólio afirma que acidente é inédito e é injusto cobrar prevenção após o ocorrido

Bernardo Estillac
bernardo.leal@hojeemdia.com.br
09/01/2022 às 17:21.
Atualizado em 10/01/2022 às 02:03
 (Corpo de Bombeiros/ Divulgação)

(Corpo de Bombeiros/ Divulgação)

O prefeito de Capitólio, Cristiano Silva (PP), afirmou em entrevista coletiva na tarde deste domingo (9) que um acidente como o de sábado (8) é inédito na cidade. Ele admitiu que nenhuma análise geológica foi feita na região para verificação de risco de desprendimento de rochas no cânion e que, em um momento como este, após tantas vidas perdidas, cobrar esse tipo de fiscalização não seria justo.

No último sábado, uma rocha se desprendeu do paredão de um cânion no Lago de Furnas e caiu sobre embarcações, deixando dez mortos e mais de 30 feridos.

O prefeito afirmou que o município, em parceria com a Defesa Civil, realiza um trabalho de conscientização sobre cabeças d’água com banhistas e empresários do turismo na região, mas não tem um plano de prevenção de desastres geológicos.

“Olhar para dentro de uma tragédia e fazer um questionamento desses não seria virtuoso. Acredito que daqui pra frente sim, a gente precisa fazer uma análise dessas”, disse Silva quando perguntado sobre a ausência de atenção da prefeitura às formações rochosas dos cânions.

Cristiano Silva citou o pai, de 76 anos, como exemplo para afirmar que desprendimentos de rochas como o ocorrido no sábado (8) nunca aconteceram na cidade e que, portanto, seria injusto cobrar prevenção ao acidente. Capitólio decretou luto oficial de três dias.

Também presente na entrevista, o prefeito de São José da Barra, Paulo Sergio Leandro de Oliveira (PSB), informou que acontecerá uma reunião na sede da Marinha do Brasil nesta segunda-feira (10) para planejar ações de prevenção a novos acidentes no Lago de Furnas.

De acordo com Oliveira, além dele estarão presentes na reunião representantes do comando da Marinha, os prefeitos de Capitólio e São João Batista do Glória e a Defesa Civil de Minas Gerais.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por