Alunos da pré-escola da educação infantil e do ensino fundamental, do 1º ao 9º ano da rede municipal de ensino de Coronel Fabriciano, no Vale do Aço, retornaram às aulas presenciais alternadas nessa segunda-feira (18).

Segundo a prefeitura, 19 das 24 escolas e creches da cidade foram reabertas e a ocupação das salas de aula atingiu até 70% em alguns dias. "Diferentemente do período experimental realizado entre 23 de novembro e 18 de dezembro de 2020, as aulas agora são obrigatórias e determinantes para a conclusão do ano letivo do estudante. Quem não comparecer às aulas será registrado como falta", informou o município.

Para dar mais segurança aos alunos e servidores da área da educação, o município comprou protetores faciais que foram entregues a todos. Outras normas de segurança também foram implementadas.

"Os alunos têm a temperatura corporal aferida e higienizam as mãos com álcool gel. Nas salas as carteiras foram distanciadas e o professor usa os mesmos equipamentos de proteção. Para ir ao banheiro, é liberado somente um por vez e a merenda é disponibilizada de forma escalonada por turma para evitar aglomerações.

O Prefeito Marcos Vinícius disse que a impressão deixada no primeiro dia foi altamente positiva. “A impressão que eu tenho é que todos estão entendendo como lidar no dia-a-dia com o vírus e ter segurança,” concluiu.

Conforme boletim epidemiológico desta terça-feira (19), a cidade tem 276 casos confirmados de coronavírus e 14 mortes pela doença.

Doses da vacina chegam ao Vale do Aço

As primeiras doses da vacina contra a Covid-19 chegaram ao Vale do Aço na manhã desta terça. Um avião do Corpo de Bombeiros transportou os imunizantes até Coronel Fabriciano, onde o carregamento foi encaminhado à Superintendência Regional de Saúde, que atende 35 municípios.