O prefeito de São Gonçalo do Rio Abaixo, na região Central de Minas, Antônio Carlos Noronha Bicalho, protocolou um Projeto de Lei municipal que determina que mineradoras instaladas na cidade devem instalar uma estrutura para acionamento de sirenes e um centro de atendimento para a população. Na próxima quarta-feira (3), às 15h, os moradores dessa cidade terão de participar de um simulado de evacuação em caso de rompimento de barragem. Foi decretado feriado municipal para que todos possam participar. 

A intenção é evitar que sirenes instaladas em sistema sediado em outro município sejam acionadas equivocadamente, segundo a prefeitura. Na última sexta-feira (22), as sirenes da barragem Sul de Brucutu, localizada em São Gonçalo, foram acionadas por engano e causaram pânico entre os moradores da cidade. O acionamento das sirenes teria ocorrido ao mesmo tempo do sistema de segurança da barragem do Gongo Soco, em Barão de Cocais, que mudou para o nível 3 de alerta. Mais de 3 mil pessoas podem ser atingidas se essa barragem se romper. 

 A proposta de criação do centro de atendimento em São Gonçalo visa oferecer aos moradores um ponto de apoio onde podem ser centralizadas informações e orientações de como o cidadão deve agir em casos de urgência. Segundo a prefeitura, o lugar deverá contar com atendimento 24 horas, com presença de representantes da mineradora, que deverão estar aptos a prestar as informações necessárias em caso de ruptura de barragem ou, ainda, os riscos decorrentes em caso de elevação da classificação de risco para grau 2 ou 3 em qualquer de suas barragens que tenham impacto direto ou indireto no município. 

A reportagem procurou a Vale sobre o Projeto de Lei, mas ainda não obteve retorno. 

Leia mais:
Clima de medo e tensão toma conta da comunidade de Macacos após segundo toque de sirene
Vídeo mostra pânico em São Gonçalo do Rio Abaixo após sirene de barragem tocar por engano
Santa Bárbara passa por simulado de rompimento de barragem na próxima sexta-feira
Defesa Civil diz que sistema de som precisa ser melhorado após simulado de emergência; veja vídeos