Primeiro dia de vacinação para pessoas sem comorbidades tem movimento intenso em BH

Marina Proton (*)
mproton@hojeemdia.com.br
07/06/2021 às 10:07.
Atualizado em 05/12/2021 às 05:06
 (Lucas Prates/Hoje em Dia)

(Lucas Prates/Hoje em Dia)

O 1° dia de vacinação contra a Covid-19 para pessoas sem comorbidades foi de movimento intenso e sensação de alívio em postos de imunização de Belo Horizonte. Nesta segunda-feira (7) recebem a primeira dose pessoas de 59 anos completos até 30 de junho.

A campanha ocorre até 16h30 nos centros de saúde e em sete postos drive-thru instalados na capital. A relação completa dos locais está disponível neste link.

Quem compareceu ao Centro de Saúde Menino Jesus, no bairro Santo Antônio, na região Centro-Sul, encontrou grandes filas nas primeiras horas do dia. A imunização, porém, ocorreu de forma rápida e tranquila, como conta a Nirlei Almeida Costa, de 59 anos.

“O atendimento foi rápido e impecável. Estava preparada para esperar muito e esperei pouquíssimo. Agora estou muito aliviada e muito grata. Estava esperando ansiosamente e foi muito bom. É um longo caminho, mas vai dar tudo certo”, disse ao Hoje em Dia, após receber a primeira dose da vacina.

A manhã desta segunda também foi especial para o argentino José Antônio Sandoval, que mora em Minas há oito anos e pôde garantir a imunização em Belo Horizonte. “Estou muito contente, feliz e agradecido. Aliviado e pronto para desfrutar a vida”, concluiu o advogado de 59 anos.

Imunização para demais idades

Pelo cronograma, na terça-feira (8) serão vacinadas as pessoas de 58 anos. No dia seguinte, na quarta (9), as de 57. Mas atenção: os moradores de 56 anos receberão as doses contra o novo coronavírus na sexta-feira (11).

Isso porque na quinta (10) a imunização será destinada apenas aos trabalhadores de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, motoristas e cobradores do transporte coletivo e funcionários do metrô e ferroviários. Esse grupo abrange pessoas de 18 a 59 anos, também completos até o próximo dia 30, que trabalham em Belo Horizonte.

Para serem protegidos, os moradores sem comorbidades de 56 a 59 anos devem apresentar um documento de identificação com foto. Vale lembrar que apenas que só será imunizado quem vive na capital mineira – a estimativa é proteger 96 mil pessoas desse público-alvo. Confira todos os requisitos aqui.

(*) Com Lucas Prates

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por