Professores da rede municipal aceitam reajuste de 7,2% e encerram greve em Belo Horizonte

Rosiane Cunha
22/11/2019 às 19:48.
Atualizado em 05/09/2021 às 22:47
 (Sind-Rede-BH/Divulgação)

(Sind-Rede-BH/Divulgação)

Em assembleia realizada na tarde desta sexta-feira (22), os professores da rede municipal de Belo Horizonte decidiram acabar com a greve, iniciada há 17 dias. As aulas serão retomadas na próxima segunda-feira (25).

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal de Belo Horizonte (Sind-Rede), a categoria https://www.hojeemdia.com.br/primeiro-plano/pbh-prop%C3%B5e-reajuste-salarial-acumulado-de-7-2-para-servidores-municipais-1.758287, oferecida pela Prefeitura de Belo Horizonte, incluindo aposentados e pensionistas. 

O aumento será concedido em duas parcelas, sendo uma de 3,78% a partir de janeiro de 2020, referente à inflação de 2019, e, a segunda, em dezembro de 2020, de 3,30%, relativos à inflação até a data da concessão, resultando no acumulado de 7,2%. O impacto financeiro dos reajustes no ano que vem será de R$ 172,8 milhões.

Os profissionais também conseguiram a inclusão da regra de transição no decreto de progressão de carreira, que vai beneficiar cerca de 3 mil professores, e a retirada da PL do estatuto do servidor.Sind-Rede BH 

  

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por