Idosos moradores de Belo Horizonte que tenham 76 e 75 anos, completos até 31 de março, entram no cronograma de vacinação da prefeitura contra a Covid-19 a partir desta segunda-feira (22). Além desses e dos que têm idades mais avançadas, estão sendo imunizados em BH os profissionais da área da saúde e profissionais e moradores de Instituições de Longa Permanência (ILP), de Residências Inclusivas e de Serviço Regional Terapêutico (SRT).

Quem está com 76 anos pode procurar um dos 224 postos de vacinação contra a Covid-19 mantidos pela PBH entre segunda (22) e sexta-feira (26), para receber a primeira dose do imunizante. Pessoas com 75 anos (completos até 31 de março) podem se dirigir aos locais de imunização a partir de quarta-feira (24), até sexta (26). A imunização dessas faixas etárias será simultânea à vacinação dos idosos de 79 a 81 anos.

Confira os horários

O horário de funcionamento dos 152 postos de saúde e dos pontos extras de vacinação é das 7h30 às 15h30. Nos postos drive-thru, a dose da vacina é aplicada das 8h às 15h. O idoso deve levar documento de identidade, CPF e comprovante de que reside na capital. É obrigatório usar máscara e respeitar o distanciamento nas unidades. A prefeitura orienta que o idoso leve, no máximo, um acompanhante, para evitar aglomerações.

Entre esse público de 76 a 75 anos que começará a ter acesso à vacina em BH, pessoas que tenham mobilidade reduzida ou estão acamadas devem se cadastrar para receber a vacina em casa.

Profissionais da saúde

Para profissionais da saúde que ainda não se vacinaram, a PBH alerta que mantém aberto, também, um cadastro, através do qual será garantida a imunização desse público.

Segundo informações da prefeitura, 411.920 doses de vacinas contra a Covid-19 já foram destinadas à capital mineira e 350.550 delas já teriam sido distribuídas. A primeira dose foi aplicada em 190.304 pessoas e 77.616 receberam também a segunda dose.

Até agora, a cidade recebeu 337.920 doses da CoronaVac, dos institutos Sinovac e Butantan, e 74 mil da Astrazeneca, da Universidade de Oxford, em parceria com a Fundação Owaldo Cruz (Fiocruz).

Leia mais:

Minas recebe 542 mil doses da vacina contra a Covid para imunizar idosos de 70 a 74 anos

BH tem mais pacientes graves com Covid-19 do que leitos para absorver demanda

Minas registra mais de 400 novos casos de Covid-19 por hora