Radares localizados no Anel Rodoviário de Belo Horizonte, no trecho entre os bairros Califórnia, na região Oeste, e Jardim Vitória, na região Nordeste, estão sendo retirados pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). A reportagem do Hoje em Dia verificou que, onde antes havia um aparelho que media a velocidade dos veículos que passavam pelo km 15, na altura do bairro Engenho Nogueira, agora existe apenas um monte de terra.

O trecho de cerca de 17 quilômetros contava com dez radares, que já estavam desligados desde abril do ano passado, por causa de questões judiciais sobre a licitação referente à empresa que ficaria responsável pela operação dos aparelhos.

Pelo Google Street View, é possível verificar como estava localizado o radar retirado do km 15 do Anel Rodoviário (neste trecho, também alinhado às BRs 381 e 262):

radar anel rodoviário engenho nogueira

Procurado pela reportagem, o Dnit não informou qual a expectativa para que outros radares sejam colocados no trecho. Também não respondeu como fica a fiscalização sobre a velocidade dos veículos que trafegam no local, já que as autoridades não podem contar com os aparelhos.

Responsável pelo policiamento na rodovia, a Polícia Militar Rodoviária (PMRv) preferiu não se manifestar sobre a falta de radares, já que a responsabilidade é do Dnit.

O outro trecho do Anel Rodoviário, entre os bairros Olhos D’Água e Califórnia, é administrado pela concessionária Via 040. De acordo com a empresa, nesse trecho, todos os radares estão operando normalmente.

Segundo a Polícia Militar Rodoviária, foram registrados 1.074 acidentes no Anel Rodoviário entre janeiro e agosto deste ano.

anel rodoviário retirada de radar

No local onde havia o radar, agora está um monte de terra