O Restaurante Setorial 1 da UFMG volta a abrir as portas nesta quarta-feira (13), após um ano e sete meses fechado. Localizado no campus Pampulha, o espaço retornará com 40% de sua capacidade. De acordo com a universidade, a reabertura do local é mais um passo do processo de retomada gradual das atividades presenciais na UFMG, que adota, a partir deste período letivo, o ensino híbrido temporário.

Para garantir segurança sanitária de seus usuários e atender os protocolos de combate à Covid-19, foram necessárias algumas modificações no estabelecimento. O local passa a contar com um número menor de mesas, e cada uma delas tem, agora, uma estrutura de acrílico que impede a comunicação entre as duas pessoas, que será o máximo permitido por mesa. Segundo a assessoria da UFMG, outros protocolos também serão adotados como: aferição de temperatura na entrada; sinalização para higienização das mãos; distanciamento de pelo menos 2m entre as pessoas; pratos servidos pelos funcionários; e proibição do uso do celular dentro do estabelecimento.

Marco Schaefer, gerente do Programa de Alimentação da Fundação Universitária Mendes Pimentel (Fump), que administra o restaurante, além do empenho da equipe será importante a contribuição das pessoas que frequentam o restaurante. “Estamos felizes com a volta do restaurante universitário. Com certeza, a comunidade acadêmica vai colaborar para o êxito das adaptações, evitando conversas e uso de celular, respeitando a distância mínima nas filas e tirando a máscara apenas ao chegar à mesa de refeição”, afirma o gerente.

Funcionamento

O Restaurante Setorial 1 ficará aberto das 11h às 14h e, além do almoço, servirá café da manhã aos estudantes assistidos pela UFMG (níveis I, II e III), das 7h às 8h15. Segundo a universidade, a estimativa é servir cerca de 1,2 mil refeições por dia. 

Dos cinco restaurantes universitários da UFMG, dois já funcionam desde o ano passado – o do campus Saúde (no bairro Santa Efigênia, em Belo Horizonte) e o de Montes Claros, no Norte de Minas – seguindo os protocolos sanitários de combate à Covid-19.

Outras opções de alimentação que já estão em funcionamento podem ser consultadas no site da universidade

Leia também:
Estudo mostra que 55% dos alunos confiam na qualidade do ensino no Brasil
UFMG busca candidatos para teste oral de medicamento da Pfizer contra a Covid-19