Enquanto em Belo Horizonte a quarentena não tem data para ser encerrada, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana da capital, o comércio e os templos religiosos serão reabertos de forma gradativa a partir desta-quarta-feira (22). 

O anúncio foi feito pelo do prefeito do município, Junynho Martins, que destacou, nas redes sociais da prefeitura, que o decreto sobre a flexibilização do isolamento social será reeditado. 

“O Brasil não são os Estados Unidos ou Europa, que pode se dar ao luxo de manter comércios fechados. Então, de forma ordeira, pensada, estudada pela nossa equipe de combate ao coronavírus, a partir de quarta-feira, o comércio vai voltar a funcionar no que tiver estipulado no decreto”, destacou Junynho Martins.

Leia mais:

Contagem torna obrigatório uso de máscara pela população a partir desta quarta

Minas tem 44 mortes por coronavírus e mais de 1.200 casos confirmados da doença

O texto será publicado na quarta-feira, mas o prefeito adiantou que o documento apresentará várias restrições para a reabertura do comércio e das igrejas na cidade. “Vou pedir ao comerciante muita cautela. Terá uma equipe do governo com mais de 100 pessoas fiscalizando as ruas. Para as lojas que reabrirem é obrigatório a equipe da loja usar as máscaras. Não deixar aglomerações. O cliente tem que usar a proteção”, explicou o prefeito. 

“As igrejas também voltarão de forma gradativa, sem aglomerações nos cultos e missas e sendo obrigatório o uso do álcool em gel e da máscara”, completou. 

Confira, no vídeo abaixo, o pronunciamento do prefeito Junynho Martins: