O imunizante contra a Covid-19 fabricado pela farmacêutica Janssen chegou ao Brasil no início da semana e é esperado em Minas Gerais para os próximos dias. Administrada em dose única, a vacina garante a proteção entre 15 e 21 dias após a aplicação e deve ser armazenada entre 2°C e 8°C, por até seis horas. 

O uso emergencial da Janssen no Brasil foi autorizado pela Anvisa no dia 31 de março. Inicialmente, o prazo de validade do imunizante era de três meses, mas foi ampliado para quatro meses e meio. Por isso, as doses do primeiro lote devem ser utilizadas até 8 de agosto.

O contrato do Ministério da Saúde com a farmacêutica prevê a entrega de 38 milhões de vacinas ao país até o fim de 2021. Confira tudo o que você precisa saber sobre o novo imunizante:

Como funciona a vacina da Janssen?

Diferente das demais vacinas aprovadas no Brasil até o momento, o imunizante da Janssen tem eficácia com apenas uma dose. Sendo assim, pode ajudar a ampliar a campanha e vacinar ainda mais pessoas em cada lote.

A vacina pode ser aplicada em pessoas com mais de 18 anos, com ou sem comorbidade.

Eficácia

Estudos e documentação analisados pela equipe técnica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) confirmaram a eficácia e as condições adequadas para o uso no combate à Covid-19.

A eficácia geral demonstrada pela farmacêutica foi de 66,9%. Quando considerados casos graves, a eficácia comprovada foi de 76,7% após 14 dias e 85,4% depois de 28 dias.

Armazenamento

A vacina tem prazo de validade de até quatro meses e meio, devendo ser armazenada entre 2°C e 8°C. Quando retirados do acondicionamento térmico, os lotes ou frascos têm até seis horas para serem utilizados, mantendo a eficácia.

A vacina é segura?

No país, a Anvisa aprovou o uso emergencial em 31 de março, após análise dos estudos apresentados. Na ocasião, informou que os benefícios da vacina superam os riscos trazidos por ela e que o imunizante atende às expectativas quanto aos requisitos de qualidade, segurança e eficácia.

Quais cidades receberão o imunizante em Minas?

Em Minas, o imunizante deve ser distribuído para todos os 853 municípios. A informação foi confirmada pelo secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, durante entrevista coletiva realizada nessa terça-feira (22).

Conforme o representante da pasta, Minas está “segura da distribuição” para todas as cidades, visto que a realiza o envio “quase imediato” dos lotes. 

Leia mais:
Covid-19 já matou 110 crianças e adolescentes em Minas
Minas inicia distribuição de mais 862 mil doses de vacinas contra a Covid-19 nesta quarta
Novo lote de vacinas da Pfizer chega ao Brasil