Para tentar conter a propagação do novo coronavírus, a prefeitura de Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, montou barreiras sanitárias nas avenidas Brasília e das Indústrias, principais acessos ao município.

Quem passar pelos locais a partir desta quinta-feira (4), além de receber orientações sobre os riscos da doença, vai ter a temperatura aferida por profissionais da Secretaria Municipal de Saúde.

A cidade, que foi uma das primeiras no Estado a flexibilizar a quarentena, dobrou o número de casos de Covid-19 em dez dias, passando de 34 para 68. 

A reabertura do comércio foi autorizada a partir de 27 de abril, quando Santa Luzia tinha oito casos confirmados de novo coronavírus e nenhuma morte, de acordo com os boletins da Secretaria de Estado da Saúde. Um mês depois, já eram 34 casos confirmados, com a morte de uma pessoa.

O boletim epidemiológico dessa quarta-feira (3) confirma duas mortes e 68 casos da doença.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

#SantaLuzia #Saúde #Covid19 #CoronaVírus #Trabalho #Respeito

Uma publicação compartilhada por Prefeitura de Santa Luzia - MG (@prefeiturasantaluzia) em