Os shoppings centers de Belo Horizonte já demitiram cerca de 70% dos funcionários. A informação foi dada na tarde desta quinta-feira (30)  pelo presidente da associação que representa os lojistas dos malls, a Aloshopping, Marcelo Oliveira Nunes da Silveira.

"É o [setor] que mais sente, pois não reabrimos nenhum dia desses 133 que estamos fechados. Temos uma folha de pagamento e fornecedores para honrar. Muitas lojas não vão reabrir", disse.

Marcelo diz que a situação é extremamente difícil e há muitas lojas já fechadas em definitivo. "A gente precisa da sensibilidade do prefeito Alexandre Kalil para voltar a funcionar o mais breve possível".

O representante da Aloshopping participou da reunião, nesta tarde, com o chefe do Executivo de Belo Horizonte. O encontro terminou sem a resolução sobre a flexibilização da quarentena, mas os comerciantes estão otimistas com a reabertura na próxima semana.