Subiu para 11 o número de macacos encontrados mortos com suspeita de febre amarela em Belo Horizonte. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, um segundo primata foi localizado, recentemente, no Parque das Mangabeiras. O local foi interditado na manhã desta quinta (23), em meio à polêmica envolvendo o cancelamento de eventos de grande porte que estavam programados para o Carnaval.

De acordo com a PBH, a interdição seguiu a nota técnica da Gerência de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde, afirmando que “foram verificadas mortes atípicas de primatas no parque, o que, em conjunto com outras ocorrências da mesma natureza na cidade, torna não recomendável o afluxo de milhares de pessoas ao local, tendo em vista que muitos visitantes podem não estar adequadamente vacinados contra a febre amarela".

Dentre todos os primatas encontrados mortos na capital, apenas um teve o resultado positivo de febre amarela após a realização de exames na Fundação FioCruz, no Rio de Janeiro.

Leia mais:
Parque Nacional do Caparaó reabre no Carnaval apenas para vacinados contra a febre amarela
Barreiro terá posto extra de vacinação contra febre amarela; UFMG prorroga imunização
Prefeitura interdita Parque das Mangabeiras para evitar surto de febre amarela em BH
Febre amarela antecipa vacinação de bebês e fecha parque em Belo Horizonte