Sobe para 65 o número de mortos em Brumadinho; 279 continuam desaparecidos, aponta novo boletim

Cinthya Oliveira
28/01/2019 às 19:36.
Atualizado em 05/09/2021 às 16:16
 (Manoel Freitas/De Olho na Cidade/jornal o Norte)

(Manoel Freitas/De Olho na Cidade/jornal o Norte)

A Defesa Civil de Minas Gerais divulgou um novo balanço nesta segunda-feira (28) referente ao trabalho de resgate de vítimas. O número de mortos subiu para 65, sendo 31 deles já identificados. O número de pessoas localizadas é de 386, enquanto o de desaparecidas é 279. 

De acordo com o coordenador da Defesa Civil em Minas, coronel Flavio Godinho, na noite desta segunda foi divulgada uma lista unificada com nomes de desaparecidas. Ela seria divulgada primeiramente para as famílias e depois nos sites da Vale e da Defesa Civil.

Segundo ele, a Polícia Militar auxilia na verificação de todos os nomes de possíveis vítimas cadastradas por familiares, buscando contatos por telefone ou, até, em visitas a residências. Neste momento, há 250 policiais militares atuando em Brumadinho.

Durante coletiva, ele afirmou que o governo de Minas reconhece que a mineradora não está dando assistência adequada aos familiares de vítimas por meio de telefone e pressiona para que a empresa melhore o serviço.


Leia mais:
Voluntários pedem autorização para buscarem vítimas, mas bombeiros rejeitam apoio devido a risco
Usina de Rio Baixo é desligada para barrar fluxo da lama antes que ela chegue ao São Francisco 
Militares israelenses avaliam como ajudar em busca por vítimas de mina da Vale

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por