STJ mantém decisão que mandou soltar funcionários da Vale presos por tragédia de Brumadinho

Agência Brasil
25/04/2019 às 20:03.
Atualizado em 05/09/2021 às 18:24
 (Mariana Durães/Hoje em Dia)

(Mariana Durães/Hoje em Dia)

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmou nesta quinta-feira (25) a decisão individual do ministro Nefi Cordeiro, que mandou soltar oito empregados da mineradora Vale, presos no âmbito das investigações do rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Na decisão, os ministros entenderam que a prisão dos investigados, determinada pela Justiça de Minas Gerais, foi ilegal e não houve fundamentação. Os funcionários estavam envolvidos na segurança e estabilidade da barragem da Mina do Córrego do Feijão, que se rompeu em 25 de janeiro deste ano. 

Leia mais:
Movimentos sociais cobram reparação da Vale após tragédia em Brumadinho
Ato promovido por parentes das vítimas marca três meses do rompimento em Brumadinho
Três meses após tragédia de Brumadinho, número exato de mortos ainda é desconhecido

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por