Suspensão da circulação de ônibus deixa passageiros 'na mão' na Estação Diamante, em BH

Lucas Sanches
@sanches_07
13/01/2022 às 07:57.
Atualizado em 18/01/2022 às 00:53
 (Maurício Vieira)

(Maurício Vieira)

Usuários da Estação Diamante, na região do Barreiro, em Belo Horizonte, começaram a quinta-feira (13) enfrentando dificuldades para embarcar nos ônibus. Após anúncio do https://www.hojeemdia.com.br/horizontes/120-mil-usu%C3%A1rios-de-%C3%B4nibus-v%C3%A3o-ficar-sem-transporte-em-bh-a-partir-desta-quinta-diz-sindicato-1.871939 que prestam serviço à BHTrans, os passageiros procuram alternativas para não se atrasar.

Na tarde de hoje, está marcada uma reunião entre o prefeito de BH, Alexandre Kalil (PSD) e membros do Setra, sindicato responsável pela categoria. Com a situação de colapso, 88 veículos e 28 linhas deixam de funcionar, prejudicando até 120 mil usuários do transporte público.

O churrasqueiro Dorian Jardim, de 28 anos, precisa chegar ao trabalho no bairro Buritis, região Oeste da capital. Mesmo sabendo da paralisação, ele veio até a Estação Diamante para tentar alguma alternativa.

"Meu ônibus já não vai passar, mas eu preciso chegar ao trabalho. A primeira ideia é ir para o Centro e de lá pegar outra linha, mas não sei se vou chegar a tempo hoje", lamenta.

A aposentada Helena Ribeiro, de 71 anos, teve ainda menos sorte. Ela chegou à Estação sem saber da situação, e ficou completamente perdida ao saber que a linha desejada não estava em operação.

"Eu ainda vim andando de casa, foi uma caminhada de quase 20 minutos. Agora vou voltar rápido para casa, e pedir ajuda aos meus filhos. Preciso ir a um compromisso aqui mesmo no Barreiro, mas tem que ser de ônibus por ser muito longe. Vou precisar de uma carona ou então terei que ir com carros de aplicativo", pontua.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por