A taça do Campeonato Brasileiro de 2021, cada vez mais próxima do Atlético, conta com uma novidade: um emblema comemorando os 50 anos da competição. O torneio foi disputado pela primeira vez em 1971, quando o Galo foi o campeão. Caso confirme o título, o alvinegro terá a lembrança do fim de cinco décadas na fila cravado no troféu tão cobiçado.

Se vender, o Galo pode comemorar o título de forma antecipada. A torcida atleticana já se prepara para a festa em Belo Horizonte, com expectativa para recepção do time vindo do nordeste e até apresentações musicais.

Taça Brasileirão

Detalhe comemorativo na taça.

Polêmica
O selo de “50 anos” de Brasileirão na taça reviveu uma polêmica tradicional no futebol brasileiro. A competição de 1971 foi a primeira a receber o nome de “Campeonato Brasileiro” e a abranger mais clubes do país. Porém, não foi o primeiro torneio nacional de futebol.

Em 2010, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) reconheceu a Taça Brasil, o Torneio Roberto Gomes Pedrosa e a Taça de Prata (disputados entre 1959 e 1971) como títulos similares ao Brasileirão e unificou a lista de campeões. 

Com a medida, o Galo passou a não ser mais oficialmente o “primeiro campeão brasileiro” e ainda viu o rival Cruzeiro ter sua Taça Brasil conquistada em 1966 ser considerada um título nacional como os disputados depois de 1971.

O selo na taça é visto por muitos atleticanos como o reconhecimento da CBF sobre a data oficial de nascimento do campeonato no primeiro ano da década de 1970. A polêmica no entanto, seguirá enquanto houver futebol no país.

Leia mais:
Atlético terá Tchê Tchê, Nacho e Vargas entre os titulares contra o Bahia
Galo pode levar título nesta quinta e esquecer os cinco vice-campeonatos