A taxa de ocupação geral de leitos de UTI em Belo Horizonte atingiu a preocupante marca de 86% nesta terça-feira (23). No caso dos 282 leitos específicos para atendimento a pacientes com Covid-19, este percentual está em 83%, segundo dados do novo boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Já nos leitos de enfermaria, a taxa de ocupação atingiu 70%. No caso dos 726 leitos de enfermaria específicos para pacientes infectados pelo novo coronavírus, a taxa está em 68%.

A capital é o epicentro da Covid-19 em Minas, com 4.667 casos confirmados da doença, que já matou 96 pessoas em BH.

Minas 

A taxa de ocupação geral de leitos de terapia intensiva em Minas Gerais atingiu 90,66%. No caso de leitos de enfermaria, a taxa de ocupação está em 76%, segundo informações divulgadas pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) nesta terça-feira (23).

Ainda de acordo com o boletim, 16% dos 2.964 leitos de UTI disponíveis em toda a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) estão ocupados por pacientes com sintomas de Covid-19. Na UTI são 475 pacientes internados. No caso dos leitos de enfermaria, 11% estão ocupados por pacientes com sintomas de Covid-19. São 1.338 pessoas internadas com suspeita ou confirmação da doença nessas alas.

O Estado já teve 720 mortes decorrentes da Covid-19 e 29.897 casos confirmados. São 979 novos casos e 32 óbitos a mais, conforme o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) nesta terça.