Três bairros de Belo Horizonte já ultrapassaram a marca de mil casos registrados de Covid-19 desde o início da pandemia, em março do ano passado. Os dados são do boletim epidemiológico da prefeitura dessa quarta-feira (10).

Conforme o levantamento da PBH, o bairro Buritis, na região Oeste da capital, lidera o município em casos de síndrome gripal e de síndrome respiratória aguda grave, ambas causadas pelo coronavírus, com 1.664 notificações.

Logo atrás vem o Sagrada Família, na regional Leste, com 1.197 confirmações. Depois, o Castelo, na Pampulha, com 1.004. Completam as cinco primeiras colocações o Padre Eustáquio, na região Noroeste, com 973 casos, e Lindeia, no Barreiro, com 881.

Mortes por bairro

Já em número de mortes pela doença, quem lidera a cidade é o bairro Serra, na regional Centro-Sul, com 38 vítimas. Na segunda posição, vêm Alto Vera Cruz e Lindeia, com 37 cada. Completam o “top 5” o Padre Eustáquio, com 30 óbitos, e a favela Cabana do Pai Tomás, na região Oeste, com 29.

Números da Covid em BH

Segundo o boletim da PBH, até essa quarta, 97.782 moradores da capital já testaram positivo para a Covid. Destes, 2.435 casos evoluíram para óbitos. Por outro lado, 90.095 pessoas já se recuperaram da enfermidade e outros 5.252 seguem em observação médica.

Leia mais:

Morre segunda criança vítima de Covid-19 em BH; ocupação de UTIs segue crescendo
Covid-19: mundo deve chegar nesta quarta-feira a 150 milhões de doses aplicadas
Minas já confirmou 62 casos de síndrome infantil associada à Covid-19