Um em cada quatro aprovados na maior universidade federal do Estado não fez a matrícula no prazo regular. São exatas 1.607 pessoas, ou 25% do total, que abriram caminho para novos candidatos na UFMG nesta primeira "repescagem". A vaga deles será destinada a quem está na “fila”.

A instituição mineira abriu 6.309 oportunidades de acesso ao ensino superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) em 2020. Além disso, outros 587 estudantes foram antecipados do segundo para o primeiro semestre. 

A relação dos convocados está na primeira chamada da lista de espera. Conforme o Hoje em Dia mostrou, só em Medicina, um dos cursos mais disputados, já foram chamados 58 excedentes. O número corresponde a 18% das 320 vagas oferecidas a cada ano para essa graduação. 

A desistência de quem passou “de cara” no Enem gera um efeito cascata: vários alunos que se tornariam calouros somente no segundo semestre de 2020 tiveram a entrada na universidade antecipada para março. A listagem da UFMG traz a repescagem para todos os cursos superiores da instituição. Em Direito diurno, por exemplo, foram chamados 58 candidatos. No noturno, 68. 

Tanto os convocados (excedentes) quanto os antecipados (que já sabiam da aprovação, mas obrigatoriamente começarão a estudar mais cedo) precisam fazer, pela internet, o registro acadêmico. O prazo termina às 14h da próxima segunda-feira (17). Quem não fizer perde a chance de estudar na federal.

De olho
Por isso, a dica para quem prestou o último Enem é ficar de olho nas convocações feitas pela própria UFMG. O intervalo entre uma e outra costuma ser de poucos dias. Como o objetivo é não deixar vagas ociosas, várias chamadas extras de candidatos podem acontecer.

Também no dia 17, os convocados na primeira “leva” da lista de espera e quem teve o ingresso antecipado deverão ir à instituição e apresentar a documentação para a matrícula, conforme escala de atendimento que ainda será divulgada. Cotistas de qualquer modalidade passarão por bancas de validação e heteroidentificação.

Os prazos valem para todos os convocados na primeira chamada da lista de espera do Sisu, de qualquer curso. Os selecionados para o segundo período letivo de 2020 deverão aguardar a divulgação do período do procedimento presencial, obrigatório, de apresentação dos documentos do Registro Acadêmico e Matrícula.