Quase uma semana após a tragédia na Vila Bernadete, no Barreiro, 30 famílias foram autorizadas a voltar para casa. Vistorias foram feitas por profissionais da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) em 62 imóveis. 

Desde a última sexta-feira (24), quando sete pessoas morreram em desmoronamentos no bairro, os moradores estavam em uma escola estadual da região. Outros 27 imóveis continuam interditados devido aos riscos constatados. Onze famílias dessas residências foram levadas para outro abrigo. O restante preferiu ficar com parentes.

Ainda segundo a PBH, mesmo quem teve a permissão para retornar foi orientado a não se expor a perigos, acionando a Defesa Civil (199), no caso de emergências. 

Em Minas são 53 mil desalojados ou desabrigados. O Estado já registrou 55 mortes desde o último temporal de sexta-feira (24). A maioria dos óbitos ocorreu após soterramentos.

WhatsApp Image 2020-01-25 at 10.08.04 (2).jpeg