Criminosos armados incendiaram um ônibus, na madrugada desta sexta-feira (30), em Vespasiano, na Grande BH. A ação, conforme a Polícia Militar, é uma reação dos bandidos às operações de combate à criminalidade que estão sendo realizadas no município.

Os bandidos deixaram um bilhete, com tom de ameaça, garantindo que vão continuar queimando coletivos na cidade "porque os policiais estão forjando nas abordagens". O tenente-coronel Gilmar Luciano, responsável pela PM de Vespasiano, garantiu que a corporação não irá se intimidar.

"Não vamos ceder e vamos continuar as operações para coibir a violência na cidade. Os bandidos estão incomodados porque fechamos o cerco à criminalidade ao realizarmos várias ações policiais no município", contou. Segundo o tenente-coronel, somente neste ano, mais de 100 armas foram apreendidas em Vespasiano.

Esse é o segundo caso de ônibus incendiado na cidade neste mês. O primeiro aconteceu no dia 15, no bairro Morro Alto.

Violência

Conforme o tenente-coronel Gilmar, o novo incêndio aconteceu durante a madrugada na Vila Esportiva. Dois jovens, que aparentam ser menores de idade, abordaram o ônibus, exigiram que os passageiros descessem e entregaram um bilhete para o motorista.

Na sequência, eles despejaram um líquido inflamável no veículo e atearam fogo no coletivo. Ninguém se feriu na ocorrência. Os suspeitos fugiram em uma Paraty e a PM já analisa imagens da ação criminosa. Nesta manhã, rastreamento é realizado na cidade, mas sem prisões. O Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar as chamas e utilizou três mil litros de água para apagar o fogo.

Leia mais:
Dupla é detida com suspeita de envolvimento em incêndio em ônibus em Vespasiano