Os metroviários de Belo Horizonte informaram que irão manter a paralisação marcada para esta quarta (26). A partir de 0h, a categoria interrompe a circulação da linha por 24 horas. Anteriormente, a paralisação seria na última quinta (20), mas foi suspensa após reunião com o prefeito Alexandre Kalil. O grupo reivindica a vacinação contra a Covid dos trabalhadores.

O Sindicato dos Metroviários de Minas Gerais (Sindimetro-MG) quer a definição de uma data para que essa imunização ocorra. Na segunda (24), uma audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho tratou do assunto. Conforme representantes da categoria, porém, ainda não houve notificação que determine algo contrário à interrupção.

“Dessa forma, está mantida a paralisação total”, disse o secretário geral do Sindimetro, Daniel Glória Carvalho.  

Desde a última semana, representantes dos trabalhadores cobram uma definição do Executivo, que teria proposto à categoria apresentar um calendário para vacinação em até 30 dias, após mapeamento dos funcionários que ainda não foram vacinados. Até o momento, segundo os sindicalistas, mais de cem empregados foram infectados pela doença, 10% do total. 

Leia mais:
Minas registra mais de 6 mil casos de Covid-19 em 24 horas

Juiz de Fora investiga se paciente que esteve na Índia foi contaminado por nova cepa do coronavírus
Contagem e Uberlândia foram os municípios que mais receberam imunizantes na 20ª remessa; veja lista