Barão de Cocais: alerta de evacuação foi motivado por divergência em monitoramento de barragem

Da Redação
24/03/2019 às 08:31.
Atualizado em 05/09/2021 às 17:56

O alerta de evacuação emitido a moradores de Barão de Cocais, na região Central de Minas, na última sexta-feira (22), foi motivado por uma divergência entre os sistemas que monitoram a barragem Sul Superior da mina Gongo Soco, localizada no município. De acordo com a Vale, mineradora responsável pela estrutura, auditoria independente contratada pela empresa detectou contradições entre dois sistemas usados para monitorar a barragem. A sirene foi acionada, portanto, como medida preventiva, bem como a mudança de nível para 3, informou a mineradora em nota. 

Em entrevista coletiva na tarde de sábado (23), a Defesa Civil do Estado informou que havia risco iminente de a contenção ser arrastada e que, caso isso acontecesse, 3 mil casas seriam atingidas no trajeto. Conforme o órgão estadual, um simulado de emergência deve ser realizado com a população local nessa segunda-feira (25).

Segundo a Vale, todas as pessoas que vivem na Zona de Autossalvamento foram removidas de casa no dia 8 de fevereiro. Agora, devido à mudança de nível da barragem para 3, órgãos públicos irão identificar e orientar os moradores. 

A barragem Sul Superior é uma das estruturas à montante inativas remanescentes da Vale e que fará parte do plano de descomissionamento anunciado pela mineradora.

Leia mais:

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por