INSEGURANÇA

BH tem um carro tomado por bandidos a cada hora; foram 2,2 mil furtos e roubos no 1° trimestre

Marina Proton
mproton@hojeemdia.com.br
16/05/2022 às 07:00.
Atualizado em 16/05/2022 às 09:20
Carro de Guilherme Victor foi levado por bandidos na última sexta-feira, na região da Pampulha (Maurício Viera)

Carro de Guilherme Victor foi levado por bandidos na última sexta-feira, na região da Pampulha (Maurício Viera)

Roubo e furto de veículos dispararam em Belo Horizonte. Só nos três primeiros meses deste ano, 2.204 carros foram tomados por bandidos. A média é de um crime por hora. Especialistas acreditam que as flexibilizações após a desaceleração da pandemia, com aumento da circulação nas ruas, podem ter contribuído. Forças de segurança garantem fazer a patrulha, mas a população também deve ficar atenta a medidas preventivas.

Os números de janeiro a março de 2022 já são 24% maiores do que o mesmo período de 2021 – no ano passado foram 1.773 ocorrências. Os dados da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) não indicam os bairros com mais registros.

Recentemente, o Hoje em Dia mostrou as localidades com mais furtos a residências na capital. Na lista, três bairros são da região da Pampulha. Foi lá que a enfermeira Renata Gomes e o filho dela, Guilherme Victor Gomes, acabaram vítimas de ladrões de automóveis.

O carro – um Fiat Palio – foi levado na noite do último dia 6. “Ele deixou o veículo estacionado e foi comer uma pizza com a namorada. Quando retornou, não estava mais lá”, contou Renata. O furto ocorreu na rua das Canárias, no Santa Amélia.

O veículo não tinha seguro. Eles têm feito posts nas redes sociais e contado com o auxílio da Polícia Militar. “O pai deu a ele o carro para ir para a faculdade. O seguro já estava, inclusive, agendado. Mas levaram antes”, contou.

A enfermeira ainda disse que o suspeito conseguiu efetuar o crime após cortar um cabo no capô, desativando o alarme. “A família toda está chateada. A gente faz a compra com muita dificuldade e simplesmente a pessoa leva o carro”.

Para não ser vítima de bandidos, especialistas em segurança orientam que os motoristas evitem estacionar em locais mais escuros e com pouca movimentação, como indica o coronel reformado da Polícia Militar, Gedir Rocha. 

“Também é preciso que as pessoas evitem deixar materiais que chamem a atenção dentro dos carros. Além disso, se possível, é importante ter um dispositivo de segurança”, afirmou.

O especialista ainda relaciona o aumento ao retorno da circulação das pessoas após um período de medidas mais intensas impostas pela pandemia da Covid-19. “Agora que essas pessoas voltaram a circular, este número vai realmente aumentar”.

Medidas
Por nota, a PM informou que faz análise e controle dos crimes que ocorrem na capital, com policiamento 24 horas e operações diversificadas. “Além da ocupação dos grandes corredores, o videomonitoramento possibilita a potencialização da vigilância, o que em muito contribui para prevenção e repressão criminal”.

A Guarda Municipal também informou que as ações de prevenção são otimizadas por meio de monitoramento de imagens captadas pelo Centro Integrado de Operações (COP-BH), que conta com 3,2 mil câmeras e possibilitam a identificação e prisão em flagrante de “criminosos ou infratores”.

Leia mais:

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por