Vandalismo

Campanha contra vandalismo no transporte público metropolitano quer conscientizar usuários

Raquel Gontijo
raquel.maria@hojeemdia.com.br
21/02/2022 às 19:22.
Atualizado em 21/02/2022 às 19:34
 (Guarda Municipal/PBH/Divulgação)

(Guarda Municipal/PBH/Divulgação)

Vidros quebrados, banheiros danificaddos, pichações, equipamentos destruídos ou furtados. Quem depende do transporte público para se locomover já se deparou com o resultado da ação de vândalos, que prejudica todos os usuários.

Uma campanha da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) e da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) quer conscientizar os usuários sobre o uso adequado dos meios de locomoção. O lançamento nesta segunda-feira (21) tem como lema: “O transporte coletivo é público. Se é público, é seu”.  

A ação tem o objetivo de orientar sobre a importância da conservação dos espaços e equipamentos que compõem o sistema de transporte coletivo metropolitano, como pontos, estações, terminais e veículos, além de incentivar a população a denunciar atos de vandalismo, que poderá ser feita de forma anônima.

Além dos prejuízos materiais e financeiros, a situação também afeta a qualidade do serviço oferecido e causa transtornos para os usuários, que precisam utilizar o transporte público. Um ônibus quando é propositalmente quebrado, precisa ser retirado de circulação para manutenção e deixa de atender centenas de passageiros.

De acordo com o subsecretário de Transportes e Mobilidade da Seinfra, Gabriel Fajardo, “a prestação de um serviço de qualidade e com eficiência depende diretamente do envolvimento de todos, principalmente na preservação desses espaços e equipamentos coletivos”, reforça. 

As denúncias anônimas poderão ser feitas pelo telefone 190, da Polícia Militar, que ficará responsável pela adoção de medidas preventivas e de repressão aos atos de vandalismo.

Leia mais:
Ação de vândalos causa perda de quase mil doses de vacinas em posto de Saúde de Ribeirão das Neves
Forças de segurança pública de Minas decidem entrar em paralisação pela recomposição salarial
 

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por