Defesa Civil vistoria imóveis no entorno de casas que desabaram; veja antes e depois da tragédia

Da Redação
portal@hojeemdia.com.br
07/12/2021 às 08:34.
Atualizado em 08/12/2021 às 01:13
 (Montagem HD)

(Montagem HD)

Imóveis localizados no entorno das duas casas que desabaram na rua Gonçalo de Souza Barros, no bairro Jaqueline, região Norte de Belo Horizonte, foram vistoriados pela Defesa Civil na manhã desta terça-feira (7). Não há registro de chuva no momento no local. 

Conforme informou o órgão, residências vizinhas foram fiscalizadas. Três delas são do mesmo núcleo familiar, sendo uma notificada para isolamento preventivo dos dormitórios, uma segunda localizada dentro da margem de segurança estabelecida pelo Corpo de Bombeiros e um terceiro barracão de alvenaria desocupado, que foi atingido por escombros e deve ser mantido isolado. 

Um quarto imóvel foi atingido por desabamento parcial do muro de divisa. Ainda segundo a Defesa Civil, os responsáveis foram notificados a adotar medidas de mitigação, limpeza e reconstrução, além de não expor a vida ou a de terceiros a riscos.

No local do acidente, um imóvel com quatro andares desabou totalmente. Na casa ao lado, o segundo e o terceiro pavimentos estão colapsados. O térreo foi interditado por alto risco de desabamento. Uma residência ao lado está com acesso principal bloqueado. 

O acidente

Dois imóveis desabaram na madrugada desta terça-feira no bairro Jaqueline, na capital mineira. As residências eram particulares e sem registros de ocorrências, vistorias ou riscos estruturais. Ambas ficam localizadas lado a lado. 

Na ocorrência, duas pessoas, sendo um bebê de um ano e oito meses e um homem de 35 anos, morreram. Elas estavam na casa de três andares. O segundo imóvel, de quatro pavimentos, estava vazio. 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, outras três pessoas foram retiradas dos escombros e encaminhadas ao Hospital Risoleta Neves.

Testemunhas disseram aos militares que o homem era padrasto do bebê. A mãe da criança, de 28, foi atendida no hospital e não corre risco de morrer. Outra mulher de 19 anos e uma adolescente de 13 anos também se feriram no desabamento. 

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por