Segurança

Deputada volta a ter escolta policial seis dias depois de receber novas ameaças de morte

Da Redação
portal@hojeemdia.com.br
29/03/2022 às 21:41.
Atualizado em 29/03/2022 às 21:43
 (Reprodução/Redes Sociais)

(Reprodução/Redes Sociais)

Seis dias depois de ser ameaçada de morte e registrar um boletim de ocorrência, a deputada estadual Andréia de Jesus (Psol) e presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa voltou a receber proteção policial. A PM informou que a escolta foi retomada nesta terça-feira (29). 

Desde 19 de março a deputada teve a escolta de 4 militares suspensa, depois que o Serviço de Inteligência avaliou que não havia mais motivo para manter a proteção policial. 

O Ministério Público pediu esclarecimentos à Assembleia Legislativa e à Polícia Militar sobre a retirada da escolta militar.

Em novembro do ano passado a deputada denunciou ter recebido mensagens com ameaças por defender a abertura de investigação sobre a morte de 26 assaltantes de banco que morreram no Sul de Minas, durante uma operação policial.

Leia Mais

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por